sábado, 30 de abril de 2011

Apelo Ecológico - Mario Neves


Quão
infeliz é aquele
que não ama. O bem
estar de uma folha pequenina.
A sombra de uma árvore, o
viço da grama. Nem a lei que a
natureza nos ensina. Quão infeliz é aquele
que não respeita. A natureza que é a razão de
nossa vida. Que por ganância desse bem se
aproveita. Põe dinheiro no bolso e no peito uma ferida.
Quão infeliz e assassino é aquele que abate. Aquela
que troca gás carbônico por oxigênio. Imbecil que depois de
tal  disparate. Ainda se acha inteligente, quem sabe um gênio.
Detenha-se imbecil, ou transformará a terra em pó. Nesse dia
não haverá mais história para contar. Acorde e veja que é
você mesmo
quem aper-
ta o nó. Que
sufoca a sua
garganta e não
o deixa respirar.

3 comentários:

Fênix27 disse...

Olá,este apelo do querido amigo Mario Neves é um poema lindo a natureza.Porque tudo que vem delê tudo é poesia,letrinhas mágicas,que atinge nosso ser.Esperamos,que a natureza possa seguir seu círculo naturalmente.Sem ser forçada a mudar seu curso.Todos que habitam este planeta Terra tenha conciência que ela precisa viver e nós precisamos dela.
Seu blog é encantador,parabens pelo belo trabalho.Deixo o end do meu blog,ficarei feliz se me visitar.Avivar_Cel: http://wwwavivarcel.blogspot.com/.
Bjos.

Pensamentos soltos traduzidos em palavras disse...

Muito bom o seu blog, estou seguindo. Peço-lh e que siga o meu.
http://feeling-y.blogspot.com/

sra. maia disse...

blog interessante!

 

'Sonho Perdido © 2008 . Design By: SkinCorner